Faixa_Int_Site_Wix_1400x155_Fluido_Cambio.png
H73e578a0626a4870963ec27345d6d362A.jpg_.webp

Tektino - CM102

Troca 100% do fluído da caixa automática.

Equipamento para troca do fluído do câmbio automático.

Troca-de-oleo-do-cambio-comparacao.jpg

Diferença do óleo

Á esquerda, óleo velho. Á direita, óleo novo.

Degradação ocasionada pelo aquecimento (atrito) e consequente acúmulo de impurezas.

Troca-de-oleo-do-cambio.jpg

Troca manual

Restringe-se apenas ao que está no reservatório.

Somente com a máquina é possível trocar 100% do óleo do câmbio automático.

Fatos sobre a troca de óleo do câmbio automático.

Existe um conceito antigo no universo automotivo e das oficinas mecânicas que diz que “não se faz a troca do óleo de câmbio, apenas se completa o nível”. Mas não é bem assim.

Geralmente, a informação passada pelos técnicos das concessionárias é:

"Só se deve realizar a troca de óleo do câmbio automático a partir dos 100 mil quilômetros rodados”. (Será?)

É fundamental seguir as especificações do manual do proprietário de cada veículo para realizar a manutenção corretamente. Mas será que só isso basta para não afetar a durabilidade dos câmbios automáticos?

A fim de sanar as principais dúvidas sobre o serviço de troca do óleo de câmbio, especialistas em câmbio automático falam definitivamente sobre o assunto. Confira alguns fatos que você precisa saber sobre a troca de óleo do câmbio.

O óleo do câmbio automático deve ser trocado periodicamente.

Realizar a troca do óleo de câmbio automático preserva a integridade do sistema de câmbio e seus componentes. Afinal, todo lubrificante ou fluído tem prazo de validade e precisamos ficar atentos à isso. É importante seguir as recomendações do manual de cada montadora e ainda ficarmos atentos aos que não mencionam nenhuma troca.

Por que fazer a troca de óleo do câmbio automático?

Se a troca do óleo do sistema de transmissão automática não for realizada, o acúmulo de impurezas pode entupir uma eletroválvula, por exemplo, causando um código de falha no painel e deixando a transmissão em modo de emergência. Caso isso aconteça, o custo de manutenção é exorbitantemente alto.

Quando realizada nos períodos corretos, a troca de óleo do câmbio previne desgastes prematuros nos componentes internos da transmissão, evitando eventuais danos ao veículos e até a necessidade de realizar uma manutenção muito mais cara e profunda.

De quanto em quanto tempo deve-se fazer a troca do óleo de câmbio automático?

As montadoras especificam no manual do proprietário o período ideal para fazer a troca de óleo do câmbio.

Especialistas em câmbio automático, recomendam realizar a troca de óleo do câmbio no mínimo a cada 50 mil quilômetros ou 5 anos – tempo suficiente para evitar problemas na transmissão.

"Meu carro tem mais de 5 anos, mas só 25 mil km rodados. Devo realizar a troca de óleo do câmbio?

Provavelmente, sim. Com o tempo, o óleo abrasivo pode danificar alguma solenoide, ou obstruir alguma canaleta do sistema por onde passa o fluido, por exemplo.

O ideal é realizar a verificação periódica do nível do lubrificante no manual do proprietário ou levar até uma auto center especializado para avaliar a situação e possível necessidade de troca do óleo.

Principais cuidados ao realizar a troca de óleo do câmbio automático.

A troca de óleo do câmbio deve ser realizada em um auto center especializado e capacitado, com o maquinário adequado. 

Só é possível realizar 100% da troca do óleo do câmbio automático utilizando a máquina correta para o serviço.

E atenção: Manualmente, o processo de troca de óleo do câmbio restringe-se apenas ao que está no reservatório. Ou seja, não é possível retirar o óleo que está dentro do sistema.

Sem a máquina é possível realizar apenas 70% do processo da troca de óleo do câmbio, enquanto a máquina realiza 100% do processo. Isso porque o óleo fica preso no conversor de torque, dentro do motor, dutos, canaletas, etc.

 

Só com a utilização da máquina é possível pressurizar 100% deste óleo.

Além disso, o processo manual deixa impurezas, o que pode entupir o sistema, danificar alguma solenoide ou até obstruir alguma canaleta do sistema, por onde passa o fluido.

* Serviço realizado apenas na loja 2 - Itaperuna - RJ